sábado, 15 de março de 2008

Realismo/Naturalismo



*Contexto Histórico - O Realismo/Naturalismo surgiu inicialmente como uma reação aos excessos sentimentais do Romantismo , que já tinha saturado a cena artística européia desde meados do século XIX . Em Portugal , o marco histórico que introduziu as idéias realistas-naturalistas foi chamada "Questão Coimbra que , em 1865 opôs realistas a românticos . No Brasil , Realismo e Naturalismo tiveram trajetórias mais ou menos distintas : o primeiro iniciou-se com Memórias póstumas de Brás Cubas , de Machado de Assis , publicado em 1881 , e o segundo , no mesmo ano , com O mulato , de Aluísio Azevedo .

*Características - Opondo-se à idealização própria do Romantismo , os realistas-naturalistas optaram por um tratamento mais fiel da realidade , considerada de forma direta , sem aquilo que acreditavam ser uma mascarada fantasia ingênua do estilo anterior . A corrente naturalista utilizou-se com freqüência da aplicação do determinismo de Taine aos romances , condicionando suas personagens aos desígnios do meio físico e social .
O maniqueísmo que marcava as produções românticas será substituído por uma compreensão mais complexa da alma humana . O Naturalismo , curiosamente , acabará incorrendo em algumas simplificações exatamente em função de fazer os enredos se amoldarem a concepções científicas preestabelecidas , muitas vezes de forma mecânica e artificial .
Contra e a tendência escapista , o escritor encara a realidade de frente , tematizando as das relações humanas em seus aspectos corriqueiros , desprezando as grandes paixões . A corrente naturalista manifestará evidente preferência pela exploração da sexualidade . Isto quer dizer que os escritores nela alinhados escolherão do cotidiano os fatos mais escabrosos e incomuns para torná-los matéria artística : era o "belo horrível".
Seguindo a mesma linha , para combater o heroísmo romântico , os realistas compunham o perfil psicológico de suas personagens de acordo com traços absolutamente normais , de pessoas comuns . Já os naturalistas transformarão muitas vezes suas personagens em manifestação de caracteres doentios , em um processo de animalização que será explicitamente inspirado pelas idéias evolucionistas de Darwin .
De uma forma geral , se podemos dizer que no Romantismo prevalecia a imagem de um homem sentimental , no Realismo predomina o homem psicológico , e no Naturalismo o homem biológico .
Evidentemente , Realismo e Naturalismo estão profundamente ligados , de forma que alguns aspectos comuns podem ser facilmente encontrados . Ambos são anti-românticos , transformados por vezes seus produtos em instrumentos de desmascaramento da pieguice romântica decadente. Além disso , pratica uma análise da realidade fundada em uma visão objetiva da sociedade e do ser humano , quase sempre de forte teor crítico .Essa espiritualização , passou a ser encarado como manifestação fisiológica .
Acima de tudo , o Realismo e o Naturalismo defendem a busca da Verdade como fim último da prática literária , concebida quase como uma missão a que o artista deve dedicar toda a força de suas idéias e de seu talento .
A preocupação com uma linguagem mais acessível e informativa buscava superar o estilismo que tornara a expressão romântica um discurso empolado e vazio . A liberdade do início do Romantismo é negada em nome de uma expressão mais clássica , mais contida , mais regrada.

Todo naturalista é realista , mas nem todo realista é naturalista .

~~> Os naturalistas enfatizam o fato de a hereditariedade física e psicológica determinar o comportamento das personagens. Essas características é comum porque o naturalista admite uma visão predominante biológico do ser humano , tal como fora proposto pela ciência . A personagem naturalista também está condicionada a um destino contra o qual não pode lutar . Sua vida interior é reduzida a quase nada : seu comportamento aproxima-se bastante do comportamento anima , pois ela é movida pelo instinto . Daí decorrem as principais características das personagens naturalistas : - condicionamento da personagem ao meio físico , social e à hereditariedade ; - ênfase na satisfação de necessidades instintivas ; - comportamento muito semelhante ao comportamento animal ( por isso as inúmeras comparações entre seres humanos e animais ) . O homem é visto como um "caso" a ser cientificamente analisado ou como um ser condicionado pelas leis físicas e químicas , pela hereditariedade e pelo meio físico e social . Essa concepção explica por que muitas personagens naturalistas são exemplos de patologias sociais ou físicas .


~~> O romance tipicamente naturalista tem intenções combativas : pretende funcionar como um documento ao apresentar situações que levem o leitor a refletir sobre as condições da realidade social . O enredo naturalista apresenta , portanto: - situações de desequilíbrio social muito graves ; - denúncias das desigualdades sociais .


~~>O conflito da personagem realista origina-se quase sempre da decadência do meio social ou de desequilíbrios de ordem espiritual . A personagem naturalista tem a origem de seus conflitos em heranças biológicas que , num determinado momento , em determinado ambiente , vêm à tona . Por isso , as personagens naturalistas são sempre muito parecidas umas com as outras . Sua individualidade desaparece , levando quase todas a constituírem meros tipos ( tipo é o nome que se dá a personagens estáticas , com apenas uma característica marcante , que não mudam no decorrer da narrativa ) .


~~>Obedecendo ao determinismo científico que estava em moda na época , o escritor naturalista simplifica demais a realidade e o ser humano .


~~>O escritor naturalista dá preferência a ambientes miseráveis e desequilibrados , pois neles os conflitos sociais aparecem mais nitidamente . Cumpre acrescentar ainda que tanto realistas quanto naturalistas combateram três instituições da época : a Igreja , a família e a monarquia . São comuns nesse período romances que tratam do adultério e também da corrupção no clero .

No Brasil,os principais escritores desse período foram: Machado de Assis,Aluísio Azevedo e Raul Pompéia.
O Realismo significou a aparição de uma série de temas novos, mas, sobretudo, uma maneira diferente de entender a literatura. O subjetivismo romântico foi substituído pela descrição da realidade externa. O escritor realista desejava retratar a realidade tal como era, sem deixar de lado nenhum aspecto, por mais desagradável que fosse. A base do romance realista é a relação entre o indivíduo e a sociedade. Através dos personagens, abordavam-se conflitos sociais: entre a burguesia e o proletariado, entre a sociedade urbana e a sociedade rural, entre a ideologia conservadora e a liberal e progressista. Os personagens eram estudados em detalhe. Segundo Eça de Queirós:

Outrora uma novela romântica, em lugar de estudar o homem, inventava-o. Hoje o romance estuda-o na sua realidade social. Outrora no drama, no romance, concebia-se o jogo da paixões a priori; hoje analisa-se a posteriori, por processos tão exatos como os da própria fisiologia. Desde que se descobriu que a lei que rege os corpos brutos é a mesma que rege os seres vivos, que a constituição intrínseca duma pedra obedeceu às mesmas leis que a constituição do espírito de uma donzela, que há no mundo uma fenomenalidade única, que a lei que rege os movimentos dos mundos não difere da lei que rege as paixões humanas, o romance, em lugar de imaginar, tinha simplesmente de observar. A arte tornou-se o estudo dos fenômenos vivos e não a idealização das imaginações inatas. (...) Toda a diferença entre o idealismo e o naturalismo está nisto. O primeiro falsifica, o segundo verifica.


De olho no vestibular!

1)Sobre o Realismo,assinale a afirmativa correta:

a)O romance é visto como distração e não como meio de crítica às instituições sociais e decadentes

b)Os escritores realistas procuram ser pessoais e objetivos

c)O romance sertanejo ou regionalista originou-se no Realismo

d)O Realismo constitui uma oposição ao idealismo romântico

2)Tendo em vista as estéticas literárias brasileiras,podemos afirmar que o Realismo brasileiro:

a)Foi marcado por uma intensa preocupação com o aspecto histórico da nação.

b)Determinou o surgimento de uma nova escrita literária cuja ênfase recaiu nas relações amorosas de finais felizes

c)ao se confundir com o Naturalismo,pretendeu uma objetividade maior com vistas a retratar a realidade

d)foi o grande responsável pela afirmação de uma literatura de caráter sugestivo e ambíguo

e)veiculou uma visão idealizada da aristocracia brasileira do tempo do Império

3)Assinale a alternativa em que se encontram características da prosa do Realismo:

a)Objetivismo;subordinação dos sentimentos a interesses sociais.críticas às instituições decadentes da sociedade burguesa

b)Idealização do herói;amor visto como redenção.oposição aos valores sociais

c)Casamento visto como arranjo de conveniência;descrição objetiva;idealização da mulher

d)Linguagem metafórica;protagonista tratado como anti-herói;sentimentalismo

e)Espírito de aventura;narrativa lenta;impasse amoroso solucionado pelo final feliz

4)O Naturalismo,como estética ocidental do século XIX,presente também na literatura brasileira,tem como princípios ideológicos e estéticos

a)as leis científicas,os temas místico-religiosos,o descritivismo

b)o determinismo,o pensamento pessimista,a tensão dialética entre a participação e a impotência do indivíduo

c)a experimentação formal,o regionalismo e o primitivismo

d) a literatura cosial não-realista,o nacionalismo literário e a temática universal

e) o romance pitoresco e histórico,o santismo e a influência do método descritivo das ciências normais

Gabarito:

1)D

2)C

3)A

4)B

























3 comentários:

Eduardo disse...

Oii maninho

Mto show esse post

Abraço

Du

Geruza Zelnys de Almeida disse...

estão adiantadinhas hein?
cadê o post do Drummond?

Essas postagens são ótima fonte de pesquisa para os outros grupos e para estudantes do terceiro ano em geral, divulguem bastante!
bjs
G.

Anônimo disse...

amei! vcs são um casal incrível.............. vcs namoram??

 
© Papeis Krista '' Por Elke di Barros